100.28.2.72
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
gestão financeira
{alt:Helena Sousa}

Gestão financeira e contabilidade: conheça as diferenças

A contabilidade e a gestão financeira são áreas essenciais para o crescimento e o sucesso de qualquer negócio. Embora estejam muito interligadas e se complementem uma à outra, de tal modo que, por vezes, podem ser confundidas, a contabilidade e a gestão financeira são duas atividades diferentes. Neste artigo, explicamos essas diferenças.


O que é a gestão financeira


A gestão financeira é a área responsável pela gestão de todos os recursos financeiros de uma empresa, ou seja, é a que trata do controlo dos fluxos monetários – entradas e saídas efetivas de capital – inerentes às atividades da empresa, incluindo os recebimentos, os pagamentos, os investimentos, os financiamentos, entre outros.


No final de um exercício económico, é possível que uma empresa apresente lucro, mas não tenha meios financeiros que sigam a mesma tendência, pois os resultados são apurados sem ter em conta os respetivos fluxos monetários. Ora, no fundo, o trabalho da gestão financeira é precisamente garantir que os fluxos monetários têm um resultado positivo e que todos os compromissos da empresa são cumpridos.


Para tal, uma boa gestão financeira é um processo contínuo e envolve que o gestor saiba sempre qual a situação atual da tesouraria da empresa, de modo a não só poder proceder para corrigir situações de falta de liquidez, como também para poder estimar a evolução no futuro.


Além do estado atual da tesouraria da empresa, a gestão financeira permite partir desses dados e dos dados históricos para projetar cenários futuros, quer para prever potenciais necessidades de liquidez, quer para aplicar alguma liquidez em possíveis investimentos e perceber os seus timings e sua rentabilidade.


O que é a contabilidade


Ao passo que a gestão financeira passa essencialmente por analisar o presente e o futuro dos negócios no que toca aos fluxos de capital, a contabilidade baseia-se mais em cálculos baseados em dados históricos.


A contabilidade é o método pelo qual todas as transações que uma empresa faz são classificadas em classes e registadas, tendo por base as normas contabilísticas em vigor (NCRF – Normas Contabilísticas e de Relato Financeiro).


A contabilidade trata de colocar as informações económico-financeiras de uma empresa num formato comum, comparável e compreensível a todos, desde o Estado a outras empresas, de modo que, ao contrário da gestão financeira, é imposta por lei a quase todos os negócios, sendo necessário que tenham um contabilista certificado.


São registados pela contabilidade todos os documentos de vendas, de compras, de despesas e de aquisição de ativos, bem como outros rendimentos e gastos, de modo a serem geradas no final as demonstrações financeiras com a respetiva situação patrimonial e os apuramentos de resultados.


Além de permitir aferir o estado atual da empresa para que possam ser tomadas decisões informadas, a contabilidade é a base para o cumprimento das obrigações fiscais, sendo com base nos seus mapas que são calculados os impostos a pagar.


Diferenças entre a gestão financeira a contabilidade


Algumas das diferenças entre a gestão financeira e a contabilidade já terão ficado patentes pelas suas definições.


Uma delas é o facto de a contabilidade trabalhar com base em factos passados, ao passo que a gestão financeira se foca nos dados presentes de modo a poder projetar o futuro.


Além disso, no que toca a competências, a gestão financeira não é um requisito legal, sendo feita geralmente de forma interna pelas empresas. Já a contabilidade não só é obrigatória a grande parte dos negócios, como tem normas e formatos padrão a cumprir, sendo obrigatório que um contabilista certificado se responsabilize pelo bom cumprimento dos mesmos.


A gestão financeira também difere da contabilidade no que respeita aos objetivos de cada uma:

  • o da gestão financeira é o controlo da alocação dos meios financeiros de forma a garantir que são tomadas decisões corretas relativamente ao capital da empresa;

  • o da contabilidade é registar todas as informações e gerar relatórios em formato normalizado e com informações fidedignas sobre a situação patrimonial da empresa para vários públicos.


Relativamente aos públicos a que respondem, a gestão financeira cumpre as necessidades de informação e auxilia as decisões internas e a contabilidade, como já referido, gera informação não só para a tomada de decisões ao nível interno, como também para o público e as autoridades.



Como conciliar gestão financeira com a contabilidade


Como referido acima, a gestão financeira e a contabilidade são áreas diferentes, mas interligadas e complementares, já que a gestão financeira se baseia nos registos contabilísticos, mas a contabilidade é insuficiente como meio isolado de tomada de decisões.


A informação contabilística pode não acompanhar a tendência dos respetivos movimentos financeiros, razão pela qual é importante que esta seja complementada pela gestão financeira. Como exemplo, uma empresa pode apresentar um resultado líquido positivo, mas ter necessidades de liquidez, devido simplesmente ao desequilíbrio entre os prazos de recebimento e de pagamento.


Um departamento de gestão financeira que zele por fluxos de caixa positivos, com recebimentos atempados para o cumprimento de obrigações e suficientes para garantir uma boa saúde financeira que fomente as necessidades de crescimento, é essencial para complementar o departamento de contabilidade. 




Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!